Creep – Radiohead

Sem vontade de atualizar o blog. Assuntos não faltam, nem idéias. Mas a vontade me escapa, por alguma razão.

Deixo aqui, então, um fantástico vídeo feito com 1554 fotos tiradas com uma Nikon D60 e trata da luta pela aceitação, pela perfeição, pela inserção, pela atenção.

Talvez não seja nada disso que o vídeo queira dizer, então tirem suas próprias conclusões.

Eis a letra da música (com a tradução feita pelo letras.terra) que embala o vídeo:

Creep
When you were here before
Couldn’t look you in the eye
You’re just like an angel
Your skin makes me cry
You float like a feather
In a beautiful world
I wish I was special
So fucking special
But I’m a creep
I’m a weirdo
What the hell am I doing here?
I don’t belong here
I don’t care if it hurts
I wanna have control
I wanna a perfect body
I wanna a perfect soul
I want you to notice
When I’m not around
You’re so fucking special
I wish I was special
But I’m a creep
I’m a weirdo
What the hell am I doing here?
I don’t belong here.
She’s running out again
She’s running out
She run, run, run, run
Run
Whatever makes you happy
Whatever you want
So very special
I wish I was special
But I’m a creep
I’m a weirdo
What the hell am I doing here?
I don’t belong here
I don’t belong me
Verme
Quando você estava aqui antes
Eu não podia nem te olhar nos olhos
Você é como um anjo
Sua pele me faz chorar
Você flutua como uma pena
Em um mundo bonito
Eu só queria ter sido especial
Você é tão especial
Mas eu sou um verme,
Sou um esquisitão
Que diabos estou fazendo aqui?
Eu não pertenço a este lugar
Eu não ligo se isso machuca
Eu quero ter o controle
Eu quero um corpo perfeito
Eu quero uma alma perfeita
Eu quero que você perceba
Quando eu não estou por perto
Você é tão especial
Eu só queria ter sido especial
Mas eu sou um verme,
Sou um esquisitão
Que diabos estou fazendo aqui?
Eu não pertenço a este lugar
Ela está fugindo novamente
Ela está fugindo
Ela corre, corre, corre, corre
Correr
Qualquer que te faça feliz
O que você quiser
Você é tão especial
Eu só queria ter sido especial
Mas eu sou um verme,
Sou um esquisitão
Que diabos estou fazendo aqui?
Eu não pertenço a este lugar
Eu não me pertenço
Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by Beta on 12 de março de 2011 at 23:11

    Me arrepiei. Essa música é muito triste.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: