Um ano de soberbas amenidades

Foto de Renata Diem

Quem diria que o bloguinho já está fazendo um ano de criação.

Tudo bem que ele foi praticamente abandonado por longos períodos, mas tentei, minimamente, explicar as razões aqui. E algumas dessas mesmas razões seriam, hoje, utilizadas como tema para o post comemorativo de um ano. Porém pensei: elas já me influenciaram tanto; tiraram, em parte, minha ânsia e espírito inquieto da (boa) discussão; já atingiram tantas pessoas que pouco, ou nada, tinham a ver com isso; que seria tornar um tema tão soberbo para determinadas pessoas, apenas ameno para aqueles que desconhecem sua origem e profundida.

Creio ser melhor, então, fazer uma breve retrospectiva do blog, até para mostrar que, apesar dos poucos posts neste um ano – 46 (quarenta e seis) -, muitos temas soberbos e outros tantos amenos foram aqui retratados.

Como os cartões de aniversário, que foram 4 (quatro) – amiga, amigo, sobrinho e namorado – e encabeçam a categoria #mimimi.

Já na categoria seriedades, com posts sobre união homoafetiva, surpreendeu-me o enorme número de buscas que levaram ao texto sobre banheiros para cadeirantes. Espero que isso denote a preocupação em se respeitar, cada vez mais, a individualidade dessas pessoas, que com tantas limitações diárias já são obrigadas a conviver.

Infelizmente, nessa mesma categoria, encontram-se textos que muito pouco foram lidos (acessados), em razão do enorme conteúdo jurídico que possuem, como a Lei dos Call Centers, Prazo de validade dos créditos para celular e Reincidência Criminal.

Houve a época em que me meti a falar sobre filmes, principalmente os vencedores do Oscar das principais categorias, mas abandonei o tema por não ter assistido, na época (nem hoje), todos os concorrentes.

Dois de meus posts preferidos, contudo, estão mais para as ameninades do que aos temas soberbos, estando em segundo lugar meu reconhecimento de que não estou preparada para ser mãe e, em primeiro, meu confessado medo respeito pelas aves.

Vejo que o feminismo, estampado na minha bio, foi responsável por categorizar, expressamente, apenas 6 (seis) posts, o que não significa que muitos dos demais – senão todos – não tenham a influência desse que considero um dos pensamentos que melhor me norteia.

Há outros tantos assuntos que foram abordados, mas deixo a cargo de cada um pesquisar e lê-los, caso se interessem. Este post de aniversário não tem o intuito de seguir a mesma linha de prolixidade comum aos demais.

 

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by André Moraes on 23 de novembro de 2011 at 12:34

    Parabéns ao blog e a você. Gosto muito de todos os seus textos, mas lembro muito das críticas sobre os filmes concorrentes ao Oscar. Adorei.

    Beijos

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: