Projeto Comic Sans

Eu nunca entendi muito bem essa birra dos designers com a fonte Comic Sans. Mas quem sou eu para questionar as técnicas e preferências de uma profissão que pouco conheço.

Um grupo de entendedores do assunto, contudo, resolveu ir de encontro a essa ojeriza coletiva e lançar um projeto em que diversas marcas famosas têm suas fontes substuídas pela malfadada Comic Sans.

E não é que muitas ficaram bem interessantes? Ao menos eu achei.

O que vocês acharam?

Você pode ver mais imagens no Tumblr do Projeto.

Vi aqui.

 

Anúncios

2 responses to this post.

  1. Posted by walterstodieck on 12 de dezembro de 2011 at 12:13

    Oi Mi, tudo bem?

    Posso dar o meu pitaco como profissional da área? hehehehe

    Acho que a fonte Comic Sans é uma fonte amadora em diversos quesitos, mas que ela também tem o seu lugar no mercado.

    Ok, deixa eu explicar direito, haha. Acho que a Comic Sans é uma fonte que pode ser usada por crianças em seus trabalhos escolares quando querem fazer algo bonitinho pra entregar pro/a professor/a, nada mais que isso. Na verdade se quiserem fazer algo bonito, hoje em dia existe com um fácil acesso inúmeras fontes grátis para downloads que são até melhores que a Comic Sans, claro que mesmo assim tem de dar uma boa pesquisada, pois nem sempre estas grátis vem perfeitinhas para serem usadas 😛

    Mas agora novamente como designer, quero explicar os problemas da comic sans e tentar fazer vc compreender um pouco desta birra que nós designers temos com a fonte acima citada, haha

    Pra começar, esta fonte tem problemas de espaçamento entre letras e kerning (espaçamento entre pares de letras). Se você for reparar na imagem que vc usou como título do post, vai ver que existe um grande espaço branco entre as letras, o que neste caso não fica tão ruim, mas imagina isso ao longo de um texto corrido ou de algum outro projeto em que se use a fonte, fica extremamente cansativo e desconfortável de se ler.

    Basta você pegar algum texto aí do seu trabalho e trocar toda a fonte para a Comic Sans. Tenta ler o texto agora e vc vai ver que pode até ficar bonitinho no começo, mas com o passar do texto vai ficar super cansativo de se ler (tudo bem que eu já imagino que um texto do judiciário já seja cansativo por si só, hahahaha).

    E novamente, se vc reparar nas imagens do projeto Comic Sans Defender, vai ver que de um jeito ou de outro eles trabalharam este problema do espaçamento entre as letras.

    Outro problema é que esta fonte é uma fonte “balaio”, já que ela vem em todos os computadores (pelo menos os computadores com windows, haha), ou seja todo mundo tem a fonte.

    Tá, mas qual o problema disso? Bem, quando vou construir uma identidade visual para uma marca, tento dar a ela uma EXCLUSIVIDADE e isso pode ser feito através de uma fonte única para a mesma. Isso pode ser feito através de fontes pagas (o que diminui o número de pessoas que a terão), de adaptação de fontes (como foi feito na imagem do Android aí em cima) ou da criação do zero de uma fonte única e própria para a marca. Claro que existe maneiras legais de se fazer a proteção de uma marca, e isso você sabe melhor do que eu, mas infelizmente isso não impede as pessoas de copiarem diversas marcas por aí. Então agora imagina uma marca sendo criada com a Comic Sans (no caso sem nenhuma alteração de fonte), qualquer um conseguiria copiar ela) e sair usando a torto e a direito, sem falar no aspecto amador que a fonte acaba passando devido aos inúmeros problemas de construção que ela possui.

    Ok, e muitos vão dizer “Mas esta fonte pode ser usada em Histórias em Quadrinhos”. É, até pode, mas esta NÃO é a fonte utilizada pelas editoras, elas possuem outras fontes (sim, fontes pagas) para este trabalho. Mas quem estiver querendo fazer um trabalho de HQ legal e com fontes grátis, pode entrar no site http://www.blambot.com e procurar fontes grátis de HQs para o seu projeto. O problema é que estas grátis não vem completas, ou seja, o usuário não terá os acentos e outras coisas da fonte, que teria se comprasse a versão completa (que também tem a venda no site), mas mesmo assim já é uma fonte melhor que a Comic Sans e que dá para dar um jeitinho de adaptar pros trabalhos 😉

    Nossa, ficou gigante o comentário, mas espero que tenha conseguido ajudar um pouco, hehehe.

    Bjos

    Responder

  2. Posted by André Moraes on 12 de dezembro de 2011 at 15:15

    Michele,

    Quem sou eu para dizer alguma coisa depois do comentário anterior? Adorei.

    Eu não tinha ideia de que a Comic Sans gerava toda essa controvérsia. Por muitos anos usei a Comic Sans como padrão para e-mails pessoais. Adorava, pois tinha um tom descontraído e ainda remetia a uma das minhas maiores paixões que são as histórias em quadrinhos. Além disso, o fato de já vir instalada em todos os computadores evitava conflitos nos acentos dos e-mails, algo comum há 10 anos.

    Mudei simplesmente porque cansei da letra.

    Mas depois do seu texto e do comentário anterior eu nunca mais vou olhar a Comic Sans com os mesmos olhos (rs). Parabéns!

    Beijos

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: